Wednesday, April 29, 2009

:: amsn-r11155 ::

Eita, eita! Vida de packager, ou metido a packager, não é fácil hehehehe. Se algum dia alguém me perguntar se eu já fiz serviço voluntário, vou mandar vir olhar aqui no meu blog e nos Changelogs do repositório do Bluewhite64 ehehehee

Ao que interessa... um usuário pediu auxílio no #Bluewhite64-br (irc.freenode.net) porque não estava conseguindo rodar o amsn-0.97.2. Ele havia baixado o pacote direto do nosso repositório, mas faltavam algumas bibliotecas (libraries, ou "libs" para os íntimos). Dei as dicas de quais pacotes baixar e instalar (era bastante óbvio). Porém faltava a tal "tls-1.5". Dei uma vasculhada no repositório e realmente, o cara que fez upload do amsn não foi tão legal a ponto de mandar a tal lib.

Então resolvi caçar a dita cuja e dar jeito no serviço. Baixei a "tls-1.6", compilei, empacotei e fiz upload. Mas claro, burraldinho, o amsn não iria funcionar, visto que ele precisava da versão 1.5. Então baixei o amsn-0.97.2, compilei ele também e mandei um novo pacote. Beleza, funciona!

Porém resolvi testar o suporte a webcam (lembram dos posts anteriores?). OK, funcionar funciona, porém a imagem fica mais escura que aquelas que eu mostrei nas screenshots via kopete (kde-4.2.2). Então conversei com algumas pessoas do #amsn e eles me disseram que esse tipo de "problema" estaria sendo solucionado na nova versão, que ainda não é "stable", mas que eu poderia baixar do SVN e testar. Beleza! Baixei e comecei a catar as dependências. Putz... não é um KDE4 da vida, mas já deu um trabalhinho.

Beleza, compilei tudo, daí compilei o amsn, empacotei toda a tranquera, instalei.... e testei a webcam no amsn do svn (release 11155). Resultado? Imagem escura ainda. Putz! Conversei com os caras do #amsn, que me disseram que então estava faltando eu instalar a libv4l. Realmente, eu não prestei atenção quando o script de configuração do amsn me aviso que o suporte a libv4l estava desabilitado. Então hoje catei a tal biblioteca e instalei. Daí recompilei o amsn. Mais tarde eu testo e dou um retorno (pra galera do #amsn, aqui no blog e no forum do BW64) sobre o resultado.

Por enquanto... era isso ;)

3 comments:

Iuri Fiedoruk said...

Bah, tá fazendo por merecer uma estátua são kenjiro!
É por essas tranqueiras que eu larguei mão de distros tgz e rpm e me divirto com o ubuntu, as dependências são muito bem resolvidas. mesmo que você tenha que compilar um dito-cujo, é bem tranquilo achar os pacotes que faltam e ele não faz dependency-hell como os rpms.

Só para dar um exemplo, comprei uma câmera kodak, que não funciona no ubuntu atual, e isso que recém saiu essa semana, pq a versão da lib que puxa dados de câmeras era velha.
Aí eu peguei ela do próximo debian, ainda não lançado e instalei. No meu PC desktop, que foi um upgrade do Ubuntu anterio foi beleza. Fui meter no eeePC que foi um install do zero e ... necas, faltava uma lib que simplesmente não existia. Fucei e descobri que ela existia na versão anterior do ubuntu e sumiu - deve ter sido incorporada em outra lib.
Resultado, libcam debian-unstable, digikam ubuntu 9.04 e lib-tosca do ubuntu 8.10. Tudo em paz, sem conflitos.

Foi impressionante.

Kenjiro said...

Iuri, tu "acha" que se livrou da "dependency hell" porque tu estás lidando mais com desktop do que com server.

Sinceramente não sei se já melhoraram nesse aspecto (seja rpm ou deb). Mas já passei por situações (fuçando em servidor alheio, não instalado por mim) onde eu mandava tirar o "postfix" e a porcaria do gerenciador de pacotes queria tirar também o squid. Poha! O que um MTA tem de tão importante pra um PROXY?

Isso que eu tenho PAVOR nessas "resoluções de dependências".

Ainda vou testar algo assim mais a fundo no Ubuntu da patroa, só pra ver se já andam melhorzinhos.

Iuri Fiedoruk said...

Ah, ISSO ainda existe, mas bem menos, pelo menos nos repositórios oficiais. Eles estão cuidando bastante para não inter-linkar muitos pacotes.
Mas esses tempos, fui pegar o deb de um cara que fez o firefox 3.5... o padrãozinho que tu baixar no site já vem com gtk e tal, é autoc-contido, mas o do cara não, aí meu kubuntu, sem GTK/GNOME que já tem o firefox 3.0 que não precisa de GTK/GNOME eu tinha que instalar quase 100 mega pro navegador do cara.

Mas como eu disse, as distros estão cuidando bastante isso hoje em dia, mas ainda existe sim.